TELHADO 1

Estrutura de telhado, madeira ou metálico, vantagens e desvantagens de cada um

A escolha da estrutura de telhado é uma etapa importante no processo de construção ou reforma de uma residência.

A decisão entre utilizar madeira ou estrutura metálica tem impacto direto na durabilidade do telhado e estética.

Neste conteúdo, exploraremos as vantagens e desvantagens de cada opção, para que você possa tomar uma decisão informada ao projetar ou renovar o teto de sua casa.

Thiago Albergoni aqui, arquiteto na ABC Arquitetura, escritório especialista em desenvolvimento de projetos residenciais, com atendimento online em todo Brasil.

Você já tem terreno e está em dúvida como quer sua casa?

Me envie uma mensagem agora e GANHE um estudo inicial do projeto da sua casa.

Vamos montar o projeto ideal para você e sua família juntos!

Existem diversas formas de fazer a cobertura da sua casa, com telhado aparente, telhado embutido, com laje e forro, sem laje e com telhado aparente, todos têm o mesmo objetivo de proteger a sua casa contra chuva, sol, vento, proporcionar mais conforto térmico e acústico.

Agora a estrutura que será feita o telhado é um ponto importante, ela que irá sustentar todas das telhas e pode até mesmo ter um apelo estético.

Temos basicamente duas opções de estruturas, em madeira ou metálica. Cada uma com suas vantagens e desvantagens, custos e resultados diferentes.

É importante que você leia o conteúdo até o final antes de decidir qual opção escolher, pois é fundamental que você realmente entenda as diferenças entre as duas por que no final pode ser que você acabe optando por uma ou por outra não só pelo preço, está bom!?

Vamos iniciar pela estrutura de madeira que é a mais comum…

Estrutura de Telhado em madeira

Vantagens estrutura de telhado em madeira:

Custo Inicial Mais Baixo: Em muitos casos, a madeira é mais acessível do que o aço, tornando-a uma escolha econômica para projetos de construção.

Versatilidade Estética: A madeira pode ser moldada e estilizada de várias maneiras, permitindo uma ampla gama de designs e estilos arquitetônicos. Principalmente quando o objetivo é ter uma casa sem laje com a estrutura aparente. No entanto, para isso você precisa de uma madeira mais bem acabada, envernizada para cumprir com o objetivo estético.

Isolamento Térmico: A madeira possui propriedades de isolamento térmico naturais, o que pode ser benéfico para tornar sua casa mais confortável.

Disponibilidade: A madeira é um material amplamente disponível em muitas regiões, e a mão de obra de carpintaria é bem difundida no Brasil, tornando fácil sua aquisição.

Desvantagens estrutura de telhado em madeira:

Manutenção Necessária: A madeira requer manutenção regular, incluindo tratamento contra insetos, fungos e deterioração. Isso pode aumentar os custos ao longo do tempo.

Durabilidade Limitada: A madeira é suscetível a deterioração ao longo do tempo devido à exposição às intempéries e insetos, o que pode exigir substituições.

Peso: A madeira é mais pesada do que o metal, o que pode exigir uma estrutura de telhado mais robusta para suportá-la.

Informação importante: Toda montagem da estrutura acontece no local da obra, você irá comprar as madeiras na madeireira e o carpinteiro irá fazer os cortes das peças para montar diretamente no local da obra. 

Estrutura de Telhado de Metal (Aço ou Alumínio)

Vantagens estrutura de telhado metálico:

Durabilidade: As estruturas de telhado de metal são altamente duráveis e resistentes à deterioração, o que as torna uma escolha de longa duração.

Baixa Manutenção: O metal requer menos manutenção em comparação com a madeira. Geralmente, a limpeza ocasional é suficiente.

Peso Leve: O metal é mais leve que a madeira, o que pode reduzir a carga sobre a estrutura de suporte do telhado.

Desvantagens estrutura de telhado metálico:

Custo Inicial Mais Alto: Geralmente, o metal é mais caro do que a madeira em termos de custo inicial.

Limitações Estéticas: Embora as opções de revestimento e cor estejam disponíveis, algumas pessoas podem achar que o metal é menos versátil esteticamente do que a madeira.

Condutividade Térmica: O metal é um bom condutor de calor, o que significa que pode aumentar a transferência de calor no interior da casa em climas muito quentes ou frios. No entanto, isso pode ser mitigado com isolamento adequado.

Em resumo, a escolha entre uma estrutura de telhado de madeira ou metal depende de suas prioridades específicas.

A madeira é mais econômica inicialmente e pode oferecer opções estéticas variadas, mas requer mais manutenção.

O metal é altamente durável e de baixa manutenção, mas pode ser mais caro. Além disso, a escolha também dependerá das regulamentações locais.

O que eu recomendo como Arquiteto? 

Se você vai fazer uma casa com laje e a estrutura não será visível, opte por estrutura metálica. Agora, se deseja que a estrutura do telhado tenha um apelo estético na sua casa, ai eu aconselho optar por madeira de qualidade.

Vale lembrar que, se o custo é um fator de prioridade, com base no projeto arquitetônico da sua casa você conseguirá realizar um levantamento orçamentário.

PROCURANDO UM ARQUITETO PARA CONFIAR O PROJETO DA SUA CASA?

VEJA TUDO O QUE PODEMOS FAZER POR VOCÊ NA HORA DE

CONSTRUIR SUA FUTURA CASA!

Projetos de casas – Dicas de como aproveitar melhor seu terreno

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Sabe o que a maioria dos projetos de casas elaborados por profissionais arquitetos e/ou engenheiros têm em comum? A preocupação com o melhor aproveitamento do terreno. Ou seja, toda a área do lote e a construção são pensadas de maneira estratégica para não desperdiçar espaço e causar arrependimentos no futuro. 

Se você já tem o seu terreno e está buscando inspiração em projetos de casas para construir, está no lugar certo. Neste artigo, vamos apresentar algumas dicas valiosas para você conseguir aproveitar o seu terreno da melhor maneira. Então continue a leitura até o final e aproveite as dicas. 

6 dicas para aproveitar o terreno em projetos de casas 

1. Conheça seu terreno 

Um passo fundamental em todos os projetos de casas é a análise do terreno antes de construir. Esta etapa não deve ser esquecida, afinal é a partir do estudo do terreno que o profissional poderá determinar se a construção naquele local é viável. 

A análise do terreno serve para examinar alguns detalhes da área, como localização, tamanho, topografia, zoneamento e outras características. 

Um terreno com aclive ou declive, por exemplo, poderia representar uma dificuldade para a construção. Porém, com a ajuda de um arquiteto, é possível encontrar soluções criativas para o design. Inclusive, os projetos de casas em terrenos irregulares podem ser surpreendentes. 

Durante essa etapa, também é importante analisar as dimensões do terreno. Assim, mesmo se a área for pequena ou estreita, por exemplo, é possível aproveitar o terreno da melhor maneira para atender às suas necessidades. Se esse é o seu caso, não se preocupe pois teremos mais dicas nesse sentido no decorrer do conteúdo.

Também é extremamente importante consultar o Plano Diretor e a Lei de Zoneamento do município para verificar as regras para construção no local. Seguindo essa etapa, as chances de aproveitar melhor o seu terreno e evitar dor de cabeça no futuro serão bem maiores. 

A posição solar do seu terreno é outro ponto extremamente importante, ao compreender onde o sol nasce e se põe, o arquiteto poderá definir a melhor posição dos ambientes e também, se necessário adicionar recursos como brises e pergolados para bloquear o sol em determinados ambientes. Proporcionando maior conforto para sua casa.

Aqui na ABC Arquitetura, nós fazemos esses estudos para que o projeto seja feito para se encaixar de forma precisa no seu terreno.

Você já tem terreno e está em dúvida como quer sua casa?

Me envie uma mensagem agora e GANHE um estudo inicial do projeto da sua casa.

Vamos montar o projeto ideal para você e sua família juntos!

2. Considere suas necessidades e desejos 

Faça o exercício de olhar para o seu terreno e imaginar como ficará após a construção. Tente visualizar os itens e detalhes que não podem faltar, aqueles que você gostaria de incluir ou deixar de lado.

Aqui, é importante definir a diferença entre desejos e necessidades para traçar um plano realista. Para você, ter uma área gourmet é essencial ou dispensável? Ou então, você prefere abrir mão de um espaço aberto, como um quintal, para ter uma área construída maior? 

São esses detalhes que fazem os projetos de casas serem diferentes entre si. E cá entre nós, uma das principais vantagens de construir sua própria casa é fazê-la do jeitinho que sempre sonhou, concorda? 

Pensando nisso, nós criamos um método chamado sua casa do seu jeito, saiba mais clicando aqui.

3. Determine o orçamento da construção

Outro elemento que vai influenciar na maneira como você aproveita melhor o terreno é o orçamento da construção. Afinal, a quantidade de dinheiro que você pode gastar em uma obra vai determinar as características gerais do projeto. Por isso, é importante fazer um planejamento de obra e definir o orçamento com a maior precisão possível. 

Para ter uma estimativa mais próxima da realidade, você deve contar com o auxílio de um arquiteto ou engenheiro. Esses profissionais conhecem bem os preços e os cálculos envolvidos em materiais e mão-de-obra para cada etapa da construção. 

Além disso, ter especialistas ao seu lado faz toda a diferença para fazer escolhas inteligentes, evitar o desperdício de dinheiro e aproveitar o terreno ao máximo.  

4. Verticalize a construção 

Esta é uma dica valiosa, principalmente para quem possui um terreno pequeno. Que tal verticalizar a construção? Existem vários projetos de casas com dois ou mais pavimentos para você se inspirar. 

Dessa maneira, é possível construir a quantidade desejada de cômodos e nos tamanhos esperados. Outra vantagem da verticalização é permitir que o imóvel tenha uma área de respiro, que pode ser uma sacada, quintal, área gourmet ou um jardim, por exemplo. 

Muitos gostam de sobrado por ter uma aparência mais robusta. Quando temos uma vista privilegiada, uma casa sobrado por ser um diferencial muito legal.

5. Não deixe espaços vazios sem necessidade 

Parece óbvio, mas um erro que pode acontecer em projetos de casas é deixar alguns espaços vazios e inutilizados. Por isso, certifique-se de não deixar nenhuma parte do terreno esquecida. 

Durante a etapa de design do projeto arquitetônico, os profissionais devem pensar em tudo. Em vez de deixar um espaço – no interior ou exterior da residência – sem uma função definida, certifique-se de que cada ambiente tenha utilidade. 

Isso não quer dizer que toda a área do terreno deve ser construída. Na verdade, é essencial que as construções tenham as chamadas áreas de respiro, ou seja, um espaço para permitir a ventilação e dar mais leveza ao espaço. Além disso, existe leis que regem a taxa de aproveitamento do seu terreno, em alguns locais você pode construir em até 70%, 80% do área do lote.

O segredo para aproveitar melhor o seu terreno é encontrar o equilíbrio perfeito entre a área construída e a área de respiro. É válido, por exemplo, usar o paisagismo para preencher os espaços que estão vazios e criar um ambiente de convivência no exterior da casa. 

6. Crie ambientes integrados 

Os ambientes integrados fazem parte da maioria dos projetos de casas contemporâneas. Um dos motivos é que esse tipo de construção faz com que a casa pareça ser mais espaçosa e confortável. Portanto, essa é uma ótima dica para construir em terrenos pequenos. 

Uma construção com ambientes integrados melhora o fluxo entre os cômodos. Em outras palavras, facilita com que você se mova de um ambiente para outro. Pode parecer algo pequeno, mas o fluxo afeta diretamente na maneira como você vive em sua casa. 

A forma mais comum de usar ambientes integrados é eliminando as paredes entre cozinha, sala de estar e jantar. Além de trazer à tona o famoso conceito aberto, essa configuração de layout facilita o dia a dia. 

Em casas com crianças, por exemplo, permite com que os pais observem os filhos enquanto realizam as tarefas de casa. Já em momentos de confraternização, as pessoas ganham um espaço de convivência mais amplo.

Além disso, uma construção com planta aberta aproveita melhor a iluminação natural e a ventilação no ambiente. 

Percebeu como é possível aproveitar o seu terreno ao máximo? Mesmo que, à princípio, o lote pareça pequeno ou irregular, você consegue transformar o espaço no lugar ideal para morar. Use as dicas acima e inspire-se em projetos de casas para otimizar seu terreno. 

Você já tem terreno e está em dúvida como quer sua casa?

Me envie uma mensagem agora e GANHE um estudo inicial do projeto da sua casa.

Vamos montar o projeto ideal para você e sua família juntos!

01-FACHADA-PROJETO-EA-183-3-quartos-768x512-1

Projetos Arquitetônicos: dicas e o que não pode faltar

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Os Projetos Arquitetônicos são a parte mais importante de uma obra. Não adianta de nada ter mil ideias, ou ainda os melhores materiais se você não tiver tudo planejado e organizado em desenhos técnicos para serem executados.

Em outras palavras, são nada mais do que arquivos e plantas com a finalidade de mostrar como será a edificação. Sem esses documentos, pouco seria possível em uma construção.

Ainda assim, todos os projetos arquitetônicos são uma união entre a ideia do profissional que ficará responsável por realizá-lo (arquiteto) e o cliente.

Tendo isso em mente, hoje vamos explicar melhor sobre o que é e para que serve um projeto arquitetônico, bem como o que não pode faltar em um.

Aconchegue-se, pegue um café ou água, e anote tudo o que for importante para você tirar aquelas ideias da cabeça.

Abaixo temos uma prancha de um projeto arquitetônico executivo.

O que são projetos arquitetônicos?

Antes de tudo, precisamos entender o que são projetos arquitetônicos e como elaborar um.

Na introdução, já dissemos que se tratam de documentos fundamentais para a idealização de uma construção.

Mas, afinal, o que são?

Um projeto arquitetônico nada mais é que um documento, onde se encontram todas as informações essenciais para que a ideia saia do papel e chegue a sua idealização.

Sendo assim, dentro destes planejamentos devem constar todos os pavimentos, cômodos, espessuras das paredes, altura do pé-direito, posição e tamanho das janelas e portas, e, também, as questões de acessibilidade.

Porém, ainda é muito comum que as pessoas realizem reformas e novas construções sem um plano ou projeto. No entanto, eles são essenciais para evitar o desperdício de materiais e, até mesmo, retrabalhos.

Etapas de um projeto e o que não pode faltar

Assim como todos os trabalhos, os projetos arquitetônicos também precisam seguir um cronograma de atividades.

E, é muito importante que tudo seja feito à risca. Com todos os cuidados para não pular etapas, ou ainda deixar de fazê-las.

Ainda, são algumas etapas que se complementam para no final darem vida a um planejamento de ações arquitetônicas.

Vamos enumerar algumas etapas muito importantes para a elaboração do projeto e, consequentemente, uma obra mais tranquila.

Briefing

O briefing é uma das principais ações a serem feitas em qualquer segmento de atividade profissional. Sem um norte a ser seguido, será impossível fazer um trabalho bem feito.

Essa etapa é nada mais do que um levantamento de necessidades. Ou seja, é uma conversa entre o arquiteto e o cliente para saber o que esse necessita, o que ele gosta ou não.

Às vezes, é comum que a ideia do profissional não seja boa para o cliente, ou ainda que o cliente não consiga passar o que quer para o arquiteto.

Sendo assim, é muito importante que o briefing seja o mais completo possível. É o momento em que todos devem se “abrir” para que a obra possa ir à etapa seguinte.

Ainda, é importante que seja estabelecido o orçamento máximo para a construção.

Você já tem terreno e está em dúvida como quer sua casa?

Me envie uma mensagem agora e GANHE um estudo inicial do projeto da sua casa.

Vamos montar o projeto ideal para você e sua família juntos!

Estudo Preliminar

A segunda parte de um projeto arquitetônico é um estudo sobre a viabilidade da obra. Aqui, é necessário que o projetista seja o mais claro com seu cliente, precisa seguir o orçamento e informar se será possível dar andamento.

Simultaneamente, será analisado o terreno e toda a parte técnica do local em que a construção ou reforma será feita.

Analisar os possíveis problemas que podem ocorrer durante o andamento. Tudo isso se faz importante para evitar atrasos e, consequentemente, paralisações na obra.

Anteprojeto

Com o briefing e os estudos preliminares aprovados, o passo seguinte é o anteprojeto. Ele é uma etapa em que os desenhos começam a ganhar forma, ou seja, são feitos os detalhamentos além das escolhas de materiais.

O anteprojeto é o responsável por trazer as plantas para a obra, com todas as informações possíveis e importantes para que o trabalho seja bem feito.

Ainda, é a parte em que todas as estruturas estimadas e cálculos são colocados na mesa, a volumetria e tudo que envolva as dimensões de cada cômodo.

Projeto Executivo

Por fim, chegamos a parte da idealização do trabalho. O projeto executivo é a etapa em que os cálculos são refeitos e ajustados para que a obra seja iniciada.

Ele não se trata de um projeto novo, mas, sim, de um detalhamento completo de tudo que já foi feito nas etapas anteriores.

É um conjunto de informações técnicas que são necessárias para que o empreendimento seja colocado de pé.

Dentro de um projeto executivo não podem faltar as plantas e desenhos detalhados, os cálculos estruturais, as especificações técnicas, a quantidade e o tipo de materiais necessários e os orçamentos.

Dicas para um bom projeto

É claro que quando se está elaborando um plano arquitetônico é necessário seguir alguns padrões. No entanto, dicas sempre são bem-vindas em todos os trabalhos.

Sendo assim, vamos para uma rápida lista de dicas que podem ser importantes na elaboração de seus projetos arquitetônicos.

 Estude o ambiente

Quando falamos em estudar o ambiente, não falamos somente do local onde será a nova construção ou reforma. É importante prestar atenção na vizinhança, no bairro.

Em outras palavras, entender como é o local em que o seu cliente estará se inserindo. Afinal, alguns bairros possuem um padrão de construção. Casas e prédios mais antigos, ou até mesmo locais mais futuristas. É interessante seguir esses conceitos e criar uma ideia de “pertencimento”.

Ainda, a sustentabilidade é outra questão cada vez mais forte nos dias de hoje, então, preste muita atenção para como será a obra e materiais utilizados, tomando todos os cuidados com o meio ambiente.

Conclusão

Os projetos arquitetônicos são a parte mais importante de uma construção ou reforma no sentido de que ele dará as regras dentro da obra.

Em outras palavras, sem ele não existe, ou até pode existir uma edificação. No entanto diversos imprevistos podem ocorrer no meio do caminho.

Elaborar e seguir um planejamento ajuda a estar pronto para resolver imprevistos. Ter o orçamento, materiais e todas as informações essenciais para o trabalho anotadas ajuda a saber contornar os problemas.

Um projeto é mais do que um documento, é o início da vida arquitetônica de um imóvel.

Você já tem terreno e está em dúvida como quer sua casa?

Me envie uma mensagem agora e GANHE um estudo inicial do projeto da sua casa.

Vamos montar o projeto ideal para você e sua família juntos!

prancha-modelo-projeto-1

Projeto arquitetônico: o que você precisa saber do planejamento à execução!

A elaboração do projeto é um dos primeiros passos para quem vai construir a casa própria, ou qualquer outro tipo de imóvel. Ou seja, é durante essa etapa que os proprietários apresentam seus desejos e necessidades ao arquiteto. O profissional, por sua vez, tem a tarefa de dar vida a tudo isso da melhor maneira, aliando beleza e funcionalidade. 

Se você vai começar a construir e quer entender de uma vez por todas sobre o projeto arquitetônico, está no lugar certo! Neste artigo, reunimos as principais informações que você precisa saber sobre um projeto de construção: do planejamento até o início da execução. 

Aproveite o conteúdo para acertar em todos os detalhes do projeto com o arquiteto  para construir a casa ou empreendimento dos sonhos. 

Projeto Arquitetônico: como alinhar suas necessidades com o arquiteto?

Uma comunicação clara entre cliente e profissional é fundamental na elaboração do projeto. Ou seja cabe ao arquiteto enxergar possibilidades e encontrar soluções para suas necessidades. Mas, para criar um projeto arquitetônico funcional e do jeito que você sempre sonhou, é preciso alinhar alguns pontos iniciais.

Portanto quanto mais informações detalhadas você fornecer, mais fácil será para o profissional atender suas necessidades e desejos. A seguir, listamos tópicos sobre o que precisa ter em um projeto e como discutir sobre eles com o arquiteto. Boa leitura!

Caso você já saiba o que exatamente quer para sua casa, nós podemos te ajudar a transformar suas ideias em um projeto arquitetônico feito do seu jeito.

Você já tem terreno e está em dúvida como quer sua casa?

Me envie uma mensagem agora e GANHE um estudo inicial do projeto da sua casa.

Vamos montar o projeto ideal para você e sua família juntos!

Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber. | ABC Arquitetura

Transmita seus sonhos e desejos

Se não sabe por onde começar, não tem problema, vamos te ajudar a clarear suas ideias.

O primeiro passo para iniciar um projeto arquitetônico é pensar sobre as características que você gostaria de ter em sua casa.

Para isso, busque imagens para se inspirar em projetos de casas que tenham a ver com o seu estilo. Separe as suas fotos favoritas e reflita quais são os detalhes que você mais gosta.

Vale a pena também mostrar essas imagens para o arquiteto. Assim, ele consegue visualizar suas referências e entender seu gosto.

Nesse momento também é importante transmitir todos os seus sonhos e desejos para o arquiteto. Por exemplo: Você quer uma casa com estilo neoclássico ou contemporâneo? Sonha em ter uma casa digna de capa de revista ou prefere algo menos chamativo?

O arquiteto precisa conhecer todos os seus desejos para ver o que é possível realizar e como expressar esses sonhos em um projeto arquitetônico funcional.

Você já tem terreno e está em dúvida como quer sua casa?

Me envie uma mensagem agora e GANHE um estudo inicial do projeto da sua casa.

Vamos montar o projeto ideal para você e sua família juntos!

Fachada residencial no estilo neoclássico

Analise suas necessidade e rotinas

Por falar em funcionalidade, você não pode esquecer de considerar as suas necessidades para fazer o seu projeto.

Antes de elaborar um projeto, o arquiteto vai conversar com você buscar entender qual o estilo de vida e as necessidades para analisar como construir uma casa funcional.

Por exemplo se vocês têm o hábito de receber os amigos e familiares para um churrasco no fim de semana, pode considerar uma área externa com um espaço de lazer maior.

Por outro lado se você prefere cozinhar enquanto passa o tempo com a família e distrai os convidados, uma cozinha conectada à sala de jantar pode ser uma boa opção.

Essa conversa preliminar é essencial para assegurar que a casa que você construiu é ideal para a maneira como você vive.

Fale sobre o seu orçamento

A quantidade de dinheiro que você pode investir em sua casa determina o design da casa de forma significativa. Por isso, é importante definir o orçamento com a maior precisão possível e deixar claro para o arquiteto.

Como profissional especialista em construção de casas, ele pode ajudar a investir o dinheiro de forma inteligente. Por exemplo, se você quer um revestimento que ultrapassa o orçamento, o arquiteto pode indicar uma solução similar, mais barata e que combine com o seu projeto.

Essa etapa está ligada ao planejamento da construção, temos alguns conteúdos que podem te ajudar muito nesse momento. Confira: 5 Dicas INFALÍVEIS de como planejar a sua construção – Entenda Antes!

Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber. | Entenda Antes!

Defina o prazo para a entrega do projeto

O prazo de entrega do projeto é um fator que não pode ser deixado de lado para evitar problemas entre clientes e arquitetos.

Fazer projetos de casas pode ser uma tarefa demorada e que não acontece do dia para a noite. Da mesma forma, você pode estar ansioso ou tem urgência para receber o projeto arquitetônico do seu imóvel.

Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber.
Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber. | Entenda Antes!

Para evitar desentendimentos entre clientes e arquiteto, é recomendável definir um prazo para a entrega do projeto. Então, conversem e tentem negociar uma data que seja ideal para as duas partes.

Por exemplo aqui na ABC Arquitetura, deixamos muito claro quais são as etapas que iremos passar e qual o prazo de cada etapa durante o processo de desenvolvimento dos projetos.

Além do prazo de entrega do projeto, é importante ter em mente que aprovações em prefeitura e condomínio geralmente levam de 2 a 3 meses, então, o tempo ideal para iniciar o desenvolvimento de um projeto é de 6 meses antes da data que pretende realmente iniciar a construção.

Definição do design do projeto 

Depois de alinhar todas essas questões com o arquiteto, é hora de definir o design do projeto. Essa é uma das fases mais empolgantes do processo de construção. Afinal, é quando os sonhos começam a tomar forma e você pode visualizar os detalhes do projeto. 

Geralmente, a definição do design inclui a disposição dos cômodos, indicação do fluxo interno-externo, layout dos móveis e escolha dos sistemas de construção. Aproveite esse momento de definição do projeto para visualizar o imóvel pronto e analisar se está de acordo com os seus interesses. 

Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber. | Entenda Antes!

Próximos passos após o projeto aprovado:

Após o projeto ser aprovado pelo cliente, é hora de passar pela etapa burocrática, ou seja, a prefeitura precisa autorizar a construção. Normalmente, cada município tem suas próprias regras. Mas, de maneira geral, o arquiteto precisa apresentar todos os projetos para construção. 

Temos uma matéria completa com os tipos de projeto para construção, como: projeto arquitetônico, estrutural, executivo e anteprojeto. Vale a pena acessar: Projetos para construção: tudo o que você precisa saber

Arquitetos e engenheiros costumam ficar à frente dessa etapa burocrática. Portanto, você não precisa se preocupar em aprender todos os detalhes agora.

Bem, depois que o projeto for aprovado e regulamentado pela prefeitura, a obra estará liberada para iniciar. Nesse momento, é provável que você se depare com as seguintes questões: 

  • Por onde começar?
  • Quem vai construir minha casa?
  • Quantas pessoas preciso contratar?
  • Como escolher a equipe de mão de obra?

Como contratar mão de obra para executar o projeto?

O ideal é contratar um arquiteto ou engenheiro para oferecer ajuda na hora de planejar sua obra e indicar quais serão os outros profissionais que você precisará contratar.

O importante é consultar o máximo de pessoas possível e reunir referências de bons profissionais que já trabalharam para elas: mestres de obras, pedreiros, ajudantes, gesseiros, etc.

Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber. | Entenda Antes!

Além disso, é importante também que você conheça o trabalho. O ideal é visitar obras já concluídas para conferir a qualidade do trabalho e procurar saber a opinião dos antigos clientes. Até mesmo fotos já ajudam.

Já se você estiver contratando o serviço de uma empreiteira, você deve checar as referências da empresa, se é reconhecida no mercado. Verifique também se possui histórico em sites de reclamações, se entrega a obra no prazo e o seu portfólio de trabalhos já realizados.

Visite a empresa, confira os trabalhos já executados e tire todas as suas dúvidas sobre o projeto, prazos, materiais e orçamentos.

Importante na hora de contratar é não se fixar apenas no menor preço, pois às vezes o barato sai caro e um profissional desqualificado pode prejudicar gravemente a sua obra te deixando de cabeça quente.

Quem contratar para minha obra?

Não basta apenas contratar um arquiteto, engenheiro e alguns pedreiros para que sua construção vá adiante. Será preciso contratar também uma série de outros profissionais para que seu imóvel fique do jeito que você sempre sonhou.

Você precisará dos seguintes profissionais, entre outros, dependendo do tamanho e complexidade da obra:

  • Mestre de obras: responsável pela fiscalização e supervisão da obra, por distribuir as tarefas, manter a ordem no canteiro e intermediar a relação entre o engenheiro e os demais trabalhadores;
  • Encarregado: faz o papel de mestre de obras, porém, com qualificações inferiores;
  • Pedreiros: são os responsáveis pelos serviços de alvenaria, reboco, contra piso, concretagem, revestimentos de paredes e de pisos e acabamentos em geral, etc.;
  • Ajudante de pedreiro: sem a qualificação de um pedreiro, ele serve como auxiliar dos mesmos;
  • Servente: é o “faz tudo” da obra e auxilia todos os outros profissionais;
  • Armador: é responsável por cortar, dobrar e montar as armaduras estruturais em aço, preparando a obra para concretagem;
  • Pintor: responsável pela pintura, tanto interna quanto externa;
  • Gesseiro: é quem aplica o gesso de parede e de teto;
  • Encanador: executa a parte hidráulica da construção;
  • Carpinteiro: faz todo o trabalho que envolve madeira;
  • Eletricista: cuida das instalações elétricas da construção.
Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber. | Entenda Antes!

Quantos profissionais devo contratar?

Não existe uma resposta pronta para essa pergunta.

Tudo vai depender da complexidade e do tamanho da obra, bem como, é claro, do orçamento e do tempo disponível.

O engenheiro ou arquiteto é quem deve calcular o número exato de profissionais necessários.

Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber. | Entenda Antes!

Conclusão

Ficou claro como alinhar suas necessidades com o arquiteto e iniciar a execução de um projeto? Boa parte do sucesso em uma construção é determinada por uma comunicação clara entre clientes e arquitetos. 

Falando abertamente sobre seus desejos, necessidades, orçamento e prazos, o profissional vai saber exatamente como criar um projeto arquitetônico funcional.

Também é importante ter em mente que o projeto é apenas uma das etapas iniciais. Depois de tudo aprovado e pronto para iniciar a obra, você ainda precisa contar com vários profissionais para concretizar o que foi planejado anteriormente. 

Projeto arquitetônico: tudo o que você precisa saber. | Entenda Antes

Você já tem terreno e está em dúvida como quer sua casa?

Me envie uma mensagem agora e GANHE um estudo inicial do projeto da sua casa.

Vamos montar o projeto ideal para você e sua família juntos!